Home PageMapa do SiteImprimir

Imprimir
quarta, 13 março 2013 19:12

Timor-Leste: Jornalistas em risco de serem detidos por denunciarem corrupção

Todas as acusações contra dois jornalistas timorenses que enfrentam penas de prisão por exporem alegada corrupção no sistema judicial do país devem ser retiradas, diz a Amnistia Internacional.

Um tribunal de Dili, capital de Timor-Leste, deverá deliberar amanhã o veredito sobre a acusação contra Oscar Maria Salsinha, do jornal Suara Timor Lorosae, e Raimundo Oki, do jornal Independente. Os dois jornalistas estão acusados de “denúncias caluniosas”, que implicam uma pena que pode ir de multa a três anos de prisão.

As acusações tiveram origem em artigos escritos por Salsinha e Oki, a 31 de dezembro de 2011 e a 2 de janeiro de 2012, respetivamente, onde apontavam suspeitas de um Procurador Distrital ter recebido suborno num caso de acidente de viação ocorrido a 18 de outubro de 2011.

Mais informação em http://tinyurl.com/JornalistasTimor