Home PageMapa do SiteImprimir

Angola

sexta, 15 novembro 2013 17:28

Libertados os quatro prisioneiros angolanos adotados pelo Grupo 19

Os quatro ativistas detidos em Angola, militantes de uma organização que defende a autonomia de Lunda-Tchokwe, e adotados como prisioneiros de consciência pelo Grupo 19 da Amnistia, foram libertados esta quarta-feira.

 
terça, 17 setembro 2013 13:56

Angola: Autoridades angolanas não devem reprimir manifestação

A Amnistia Internacional apela às autoridades angolanas para que não reprimam uma marcha pacífica, que deverá ter lugar esta semana, como têm feito por várias vezes nos últimos dois anos. A organização está preocupada com a possibilidade de as autoridades usarem, mais uma vez, força injustificada contra os participantes na manifestação e efetuarem prisões e detenções arbitrárias.

 
quarta, 28 agosto 2013 18:09

Angola: imagens ‘chocantes’ de agressões a presos

As imagens vídeo do que aparentam ser guardas prisionais e bombeiros angolanos a espancarem e chicotearem repetidamente prisioneiros, são chocantes e devem ser investigadas, diz a Amnistia Internacional.

 
quinta, 14 fevereiro 2013 14:00

Angola: detidos não devem ser extraditados para a República Democrática do Congo 

altOs nove detidos em Angola, acusados de alegadamente terem tentado desestabilizar o governo, não devem ser extraditados para a República Democrática do Congo (RDC), uma vez que existe um risco real de serem vítimas de tortura ou maus-tratos, e inclusive de lhes ser aplicada a pena de morte na RDC.

 
sexta, 25 maio 2012 09:42

Angola: É necessário proteger a liberdade de expressão na sequência de ataques a jovens ativistas

Um grupo de jovens ativistas críticos do governo, que incluía o rapper “Hexplosivo Mental” foram atacados, espancados e alguns tiveram que ser hospitalizados, durante uma reunião na capital de Angola, Luanda. A Amnistia Internacional pede que seja feita uma investigação exaustiva e imparcial ao incidente.

 
quinta, 07 julho 2011 17:32

Saúde de Prisioneiros Políticos em Angola deteriora-se

A saúde de cinco prisioneiros políticos e dois reclusos detidos na prisão de Kakanda, na província da Lunda Norte em Angola, está a deteriorar-se na sequência de uma greve de fome de 13 dias, em protesto contra a sua detenção continuada. As condições nas quais se encontram detidos não melhoraram e continua a ser-lhes negado acesso a tratamento médico, água potável e alimentação adequadas. 

 
segunda, 17 janeiro 2011 17:13

Os mais de 30 prisioneiros angolanos, ainda detidos em condições deploráveis, ao abrigo de uma lei de segurança pouco clara que foi revogada no ano passado, devem ser libertados, declararam à Amnistia Internacional os familiares dos detidos. Trinta e três membros de um grupo conhecido como CMJSP-Lunda, que defendia pacificamente a autonomia da região Lunda Tchokwe, encontram-se ainda detidos na prisão de Conduege, no Norte de Angola, apesar da lei de segurança, ao abrigo da qual foram acusados, ter sido revogada em Dezembro de 2010.

 
quarta, 04 agosto 2010 17:12

A Amnistia Internacional apela à libertação dos quatro angolanos activistas de direitos humanos presos ilegalmente em ligação a um ataque à selecção de futebol do Togo em Cabinda e que matou duas pessoas e feriu várias outras.

Os quatro homens, incluindo os prisioneiros de consciência Francisco Luemba e Raul Tati, foram condenados a penas de prisão de entre três e seis anos pelo Tribunal Provincial de Cabinda na sequência do ataque de Janeiro, acusados de “outros actos contra a segurança do Estado”.  

 

Pág. 6 de 7