Home PageMapa do SiteImprimir

Angola

sexta, 25 novembro 2016 11:33

Polícia em Angola tem de proteger os manifestantes e não puni-los

SiteFOTOangolaRelatorioMortesA Amnistia Internacional frisa que as autoridades em Angola devem permitir o livre exercício de liberdade de expressão e de reunião no país, em antecipação às manifestações pacíficas convocadas para as cidades de Benguela e de Luanda, este sábado, 26 de novembro, em protesto contra a nomeação de Isabel dos Santos, filha do Presidente, José Eduardo dos Santos, para a chefia do Conselho de Administração da energética pública Sonangol.

 
terça, 22 novembro 2016 11:53

Prisioneiro de consciência condenado em julgamento político Francisco Mapanda foi liberto em Angola

SiteFOTOangolaFranciscoMapandaDAGOO prisioneiro de consciência angolano Francisco Mapanda (também conhecido como “Dago Nível Intelecto”) foi liberto esta segunda-feira, 21 de novembro, no que a Amnistia Internacional considera tratar-se uma libertação há muito tempo devida de um ativista que foi vítima de um julgamento de motivações políticas e marcado por falhas processuais.

 
segunda, 07 novembro 2016 17:32

Bloqueio de concerto de rap em Angola é censura do Estado

SiteFOTOangolaConcertoBloqueadoHoras antes da agendada transmissão ao vivo pela internet de um concerto em Luanda, na noite desta segunda-feira, 7 de novembro, do ativista e rapper Luaty Beirão, também conhecido como Ikonoklasta, e de MCK, dois bem conhecidos músicos angolanos e críticos do Governo, a Amnistia Internacional alerta que qualquer tentativa para impedir este evento constitui censura por parte do Estado.

 
quarta, 28 setembro 2016 12:09

Agir em defesa do ativista angolano Francisco Mapanda

SiteFOTOangolaFranciscoMapandaDAGOHá seis meses que o ativista Francisco Mapanda (também conhecido como Dago Nível Intelecto) está preso. Que “crime” cometeu? Dizer que o julgamento e condenação dos amigos e ativistas no “caso dos 17” foram injustos.

 
quarta, 20 julho 2016 16:57

Além da lei de amnistia aprovada em Angola têm de ser anuladas as condenações criminais dos ativistas

A Amnistia Internacional avalia que a lei de amnistia que foi aprovada esta quarta-feira, 20 de julho, pelo Parlamento de Angola deve contemplar a anulação das condenações com que foram visados os ativistas do conhecido caso dos 15+2, considerados prisioneiros de consciência pela organização de direitos humanos.

 
quinta, 14 julho 2016 15:52

Jovem ativista angolano continua preso por criticar falta de justiça no julgamento do caso dos 17

 

O jovem ativista Francisco Mapanda continua preso em Angola e a cumprir uma pena de oito meses, na sequência da condenação que lhe foi proferida por ter criticado a falta de justiça no julgamento do chamado “caso dos 17”, a 28 de março, apesar de, nas últimas semanas, as autoridades angolanas terem libertado condicionalmente aqueles outros 17 prisioneiros de consciência.

 
quarta, 13 julho 2016 16:47

Anulação das acusações contra advogado de direitos humanos em Angola é uma vitória para a liberdade

O Tribunal Provincial de Cabinda, em Angola, decidiu anular as acusações criminais que tinham sido formuladas contra o advogado de direitos humanos e prisioneiro de consciência Arão Bula Tempo, tendo concluído que não existiam provas suficientes para o levar a julgamento. Para a Amnistia Internacional, que acompanha o caso desde o início, esta é uma vitória para a liberdade de expressão e de reunião.

 
segunda, 23 maio 2016 12:19

Libertação de ativista em Angola após bem-sucedido apelo mundial é um há muito devido triunfo da justiça

A libertação do defensor de direitos humanos angolano José Marcos Mavungo, na passada sexta-feira, em Cabinda, depois de o Supremo Tribunal de Angola ter dado aval ao recurso apresentado pela defesa contra a sentença de seis anos de prisão proferida em primeira instância, constitui um há muito devido triunfo da justiça, avalia a Amnistia Internacional.

 

Pág. 1 de 7