Home PageMapa do SiteImprimir
 
STOP Tortura

Notícias

quinta, 16 julho 2015 09:12

Grupo de Chaves da AI vai correr e marchar quilómetros contra a tortura

O Grupo Local de Chaves da Amnistia Internacional, em colaboração com a Associação de Academia Desporto Futiba de Chaves, lança-se a palmilhar quilómetros no próximo sábado, 18 de julho, numa corrida e marcha noturna que fica ligada à campanha STOP Tortura também com a recolha de assinaturas nas petições da organização de direitos humanos em defesa de vítimas de tortura.

 
terça, 30 junho 2015 09:52

Núcleo de Viseu da AI põe pés ao caminho em corrida contra a tortura

O Núcleo de Viseu da Amnistia Internacional, em parceria com o grupo desportivo Correr Viseu, lança o desafio de pôr pés ao caminho numa corrida e marcha esta quarta-feira, 1 de julho, no âmbito da campanha STOP Tortura, da organização de direitos humanos.

 
sexta, 26 junho 2015 10:20

Amnistia Portugal dá sinal de partida para “Correr contra a Tortura”

Muitos países deram passos significativos para combater a tortura nos últimos anos, mas a Amnistia Internacional regista que pelo menos 141 continuam a usar esta prática desumana. No Dia Internacional de Apoio às Vítimas de Tortura, assinalado sexta-feira, 26 de junho, a secção portuguesa da Amnistia Internacional quer que sejam dados passos ainda maiores e lança a ação "Correr contra a Tortura".

 
sexta, 29 maio 2015 12:09

Campanha “Sons da Tortura” da Leo Burnett para a AI Portugal vence conceituado prémio internacional

 

A campanha “Sons da Tortura” que a agência Leo Burnett Lisboa desenvolveu para a Amnistia Internacional Portugal ganhou o conceituado prémio de arte e design Lápis de Grafite (prata) atribuído pela organização D&AD, que distingue anualmente os melhores exemplos de criatividade na comunicação e na publicidade a nível internacional.

 
terça, 19 maio 2015 10:00

Prática generalizada de tortura usada em Marrocos para incriminar suspeitos e reprimir a dissidência

 

Espancamentos, posições de desgaste físico, simulações de afogamento, violência psicológica e sexual estão entre as muitas técnicas de tortura usadas pelas forças de segurança marroquinas para extrair “confissões” de crimes e silenciar dissidentes, é revelado em novo relatório da Amnistia Internacional.

 

Pág. 2 de 5