Home PageMapa do SiteImprimir
 

Notícias

quinta, 09 junho 2016 10:00

Alemanha fracassa no combate ao aumento dos crimes de ódio

 

As respostas falhadas ao aumento acentuado nos crimes de ódio por toda a Alemanha – incluindo ataques a abrigos e centros de acolhimento para requerentes de asilo – estão a expor a necessidade urgente de reforçar a proteção a estas pessoas e em abrir inquéritos independentes a possíveis preconceitos existentes no seio das agências de segurança, alerta a Amnistia Internacional em novo relatório publicado esta quinta-feira, 9 de junho.

 
segunda, 09 maio 2016 15:07

Nações Unidas propõem iniciativa de “Compacto Global” para resolver a crise mundial de refugiados

 

O plano que é apresentado pelas Nações Unidas para encontrar soluções para a crise global de refugiados, sem precedentes, pode mudar drasticamente a situação atual se os governos lhe derem apoio assumindo compromissos concretos e de longo prazo, avalia a Amnistia Internacional.

 
sexta, 22 abril 2016 14:18

Merkel, Tusk e Timmermans não podem fechar os olhos aos abusos de refugiados na visita à Turquia

 

A visita de alto nível de líderes europeus à Turquia este sábado, 23 de abril, tem de abordar os muitos abusos de direitos humanos que os refugiados enfrentam naquele país, em vez de os varrer para debaixo do tapete, insta a Amnistia Internacional.

 
segunda, 18 abril 2016 01:01

Europa tem de assumir obrigações pelos 46 000 refugiados e migrantes encurralados em miséria na Grécia

 

Com todos os olhos virados para a concretização do acordo recentemente firmado entre a União Europeia (UE) e a Turquia, o sofrimento dos mais de 46 000 refugiados e migrantes encurralados em condições terríveis na Grécia continental está em risco de ser esquecido, alerta a Amnistia Internacional em novo relatório que documenta missões da organização de direitos humanos nos últimos dois meses.

 
quinta, 07 abril 2016 20:10

Refugiados detidos na Grécia em condições terríveis, desespero e medo face às pressas do acordo UE/Turquia

 

Milhares de refugiados e migrantes estão detidos arbitrariamente e em condições horríveis, imersos num clima de crescente incerteza, medo e desespero sobre o seu futuro, na esteira do acordo firmado entre a União Europeia e a Turquia, apurou a Amnistia Internacional numa investigação no terreno a dois centros de detenção de acesso extremamente restrito nas ilhas gregas de Lesbos e de Chios.

 

Pág. 5 de 21