Home PageMapa do SiteImprimir
 

Relatórios

quarta, 02 dezembro 2015 00:01

Refugiados em fuga de recrutamento indefinido na Eritreia têm de receber abrigo seguro

O elevado número de jovens da Eritreia que fogem ao recrutamento, que funciona na prática por tempo indefinido naquele país, está a avolumar ainda mais a crise global de refugiados. Estas pessoas têm o direito a aceder a proteção internacional, sustenta a Amnistia Internacional em novo relatório publicado esta quarta-feira, 2 de dezembro.

 
terça, 17 novembro 2015 00:01

Refugiados em perigo e a morrer devido à dependência da União Europeia em cercas e guarda-portões

A União Europeia tem de resistir à tentação, na esteira dos atrozes ataques de Paris, na sexta-feira, de cerrar ainda mais firmemente as suas fronteiras externas, medida que só continuaria a alimentar uma variedade de abusos de direitos humanos ao mesmo tempo que nada faria para interromper o fluxo de refugiados desesperados que rumam para a Europa em fuga da perseguição e da violência, avalia a Amnistia Internacional em novo relatório publicado esta terça-feira, 17 de novembro.

 
quinta, 22 outubro 2015 13:15

Refugiados rohingya perseguidos em Myanmar sofrem abusos horríveis nas rotas marítimas do Sudeste Asiático

Mulheres, homens e crianças rohingya em fuga da perseguição em Myanmar/Birmânia por via marítima no início de 2015 foram mortos ou brutalmente espancados, apanhados nas redes de tráfico humano, ameaçados caso as famílias não pagassem resgastes e mantidos em condições desumanas e infernais, revela relatório da Amnistia Internacional, ao aproximar-se o pico de nova “época de navegação” no Sudeste Asiático.

 
terça, 07 julho 2015 00:01

Refugiados e migrantes nas rotas dos Balcãs são espancados pela polícia, deixados em limbo legal e abandonados pela União Europeia

Milhares de refugiados, requerentes de asilo e migrantes – incluindo crianças –, que fazem perigosas viagens através dos Balcãs, estão a ser sujeitos a abusos violentos e extorsão às mãos das autoridades e de grupos criminosos, além de vergonhosamente deixados ao abandono por um sistema de asilo e migrações em rutura na União Europeia, que os deixa encurralados sem nenhuma proteção na Sérvia e na Macedónia, é apurado em novo relatório da Amnistia Internacional.

 
segunda, 15 junho 2015 10:01

 

Dia Mundial do Refugiado

Negligência dos líderes mundiais condena milhões de refugiados a uma vida de miséria e milhares à morte

 

Os líderes mundiais estão a condenar milhões de refugiados a uma vida insuportável e milhares à morte com o falhanço em lhes prestar proteção humanitária essencial, sustenta a Amnistia Internacional com a publicação de um novo relatório. Os números são avassaladores: existem atualmente 59,5 milhões de refugiados no mundo inteiro, deu a conhecer a agência das Nações Unidas para os Refugiados. Neste Dia Mundial do Refugiado, é mais do que chegada a hora de abrir os braços, abrir os corações.

(atualização a 20 de junho)

 

Pág. 3 de 7