Home PageMapa do SiteImprimir
 
Não à Discriminação

Imprimir
segunda, 29 junho 2015 10:53

Decisão do Supremo Tribunal dos EUA sobre casamento gay é uma vitória para os direitos humanos

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos emitiu a decisão histórica de que a Constituição norte-americana garante a todos os cidadãos o direito legal de contrair casamento em todos os estados do país, marcando na sexta-feira, 26 de junho, uma importante vitória para os direitos humanos.

“Este é um dia muito feliz, não apenas para os casais do mesmo sexo apaixonados e empenhados no seu compromisso mas também para todos os que acreditam nos direitos humanos e na igualdade para todos”, frisa o diretor-executivo da Amnistia Internacional Estados Unidos, Steven W. Hawkins.

Este responsável da organização de direitos humanos sublinha que “a possibilidade de casar com a pessoa que se escolhe e com ela constituir uma família é um direito humano consagrado na lei internacional”.

“Há ainda muito trabalho a fazer para garantir que todas as formas de discriminação contra as pessoas [da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e intersexual] LGBTI são eliminadas de uma vez por todas. Mas esta importante decisão e há muito tempo esperada vem determinar que os casais do mesmo sexo e as suas famílias merecem o mesmo respeito e reconhecimento que qualquer outra pessoa”, remata.