Home PageMapa do SiteImprimir

Notícias

quinta, 14 julho 2016 11:09

Suspeitos de apoio ao Boko Haram morrem à fome e são torturados até à morte nas prisões dos Camarões

Mais de mil pessoas, muitas detidas arbitrariamente, estão detidas em condições horríveis e dezenas morrem devido a doenças ou subnutrição ou são torturadas até à morte nas prisões, no contexto do combate do Governo e forças de segurança dos Camarões ao grupo armado islamita Boko Haram, é revelado esta quinta-feira, 14 de julho, em novo relatório da Amnistia Internacional.

 
segunda, 11 julho 2016 16:20

Confrontos no Sudão do Sul põem civis em risco e mostram de novo a necessidade de embargo às armas

As partes envolvidas no conflito no Sudão do Sul têm de encetar prontamente todas as medidas possíveis para proteger a população civil, incluindo os milhares de deslocados internos atualmente abrigados em complexos das Nações Unidas no país, insta a Amnistia Internacional face à eclosão recente dos combates e que continuaram esta segunda-feira, 11 de julho, a ameaçar áreas civis da capital, Juba.

 
quinta, 07 julho 2016 12:17

AI alerta para o continuado recurso indevido a força letal pela polícia nos Estados Unidos

A Amnistia Internacional insta ao apuramento de respostas sobre as mortes recentes de dois cidadãos pela polícia nos Estados Unidos, um em Baton Rouge, no estado do Louisiana, e outro no estado do Minnesota, e reitera que o recurso a força letal no país por parte das forças de segurança continua sem diminuir.

 
quarta, 29 junho 2016 10:51

Amnistia lança campanha urgente contra o racismo no Reino Unido face ao aumento de crimes de ódio

 

A Amnistia Internacional lançou uma nova campanha e investigação urgente para combater o racismo e a xenofobia no Reino Unido, face aos relatos de que se verifica um aumento substancial de abusos e ataques racistas na esteira do referendo em que foi votada a saída do país da União Europeia.

 
sexta, 24 junho 2016 11:52

O desafio agora é aquilo que nos une e não o que nos separa

Face aos resultados do referendo no Reino Unido que favoreceram a saída da União Europeia (UE), a diretora da Amnistia Internacional no país, Kate Allen, sublinha a importância de serem salvaguardados os direitos dos cidadãos e a reafirmação do compromisso do Governo em os proteger.

 
quarta, 15 junho 2016 16:00

Teimosia política na Venezuela está a acelerar uma catastrófica crise no país

A teimosa renúncia das autoridades venezuelanas em reconhecerem a atual crise no país a par da recusa em pedirem ajuda internacional estão a pôr as vidas e os direitos de milhões de pessoas em grave risco, avalia a Amnistia Internacional na esteira de uma missão de investigação no país.

 
terça, 14 junho 2016 10:36

Ataque homofóbico em Orlando mostra total desprezo pela vida

O massacre este fim-de-semana num clube gay em Orlando, nos Estados Unidos, em que morreram pelo menos 49 pessoas, ilustra de forma brutal as ameaças e a violência que enfrentam os membros da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e intersexual (LGBTI). O ataque demonstrou total desrespeito pela vida humana e reitera a necessidade urgente de medidas para proteger as pessoas.

 
quarta, 08 junho 2016 10:32

Yecenia Armenta liberta da prisão depois de quatro anos de injustiça e tortura às mãos da polícia

A decisão tomada por um juiz no México de absolvição de Yecenia Armenta Graciano, esta quarta-feira, 8 de junho, põe fim a quatro longos anos de injustiça. Yecenia Armenta, cujo caso integrou a Maratona de Cartas da Amnistia Internacional em 2015, com mais de 37 mil apelos assinados só em Portugal, está já liberta e regressou a casa para junto da família.

 
terça, 07 junho 2016 07:30

Vaga de mortes de albinos no Malawi é alimentada por práticas rituais e falhas nas políticas de policiamento

Um aumento drástico no número de mortes de pessoas com albinismo, cujas partes dos corpos são usadas em práticas rituais, expõe a nu o falhanço sistemático do policiamento e das medidas de segurança no Malawi que deixam este grupo extremamente vulnerável a viver imerso em terror, revela a Amnistia Internacional em novo relatório publicado esta terça-feira, 7 de junho.

 

Pág. 8 de 76