Home PageMapa do SiteImprimir

Notícias

sexta, 20 janeiro 2017 12:25

Cidadãos têm de confrontar a retórica de Trump contra os direitos humanos

SiteFOTOeuaTrumpTomadaPossepng

 

No dia da tomada de posse de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos, a Amnistia Internacional renova os alertas de se enfrentar o que pode vir a tornar-se num enorme recuo nas liberdades arduamente conquistadas, tanto nos Estados Unidos como no mundo inteiro, e reitera que tanto o novo chefe de Estado norte-americano como a sua Administração têm de cumprir os direitos humanos, interna e externamente.

 
quarta, 18 janeiro 2017 18:46

Mais de 60 000 assinaturas só em Portugal pelo perdão presidencial de Obama a Edward Snowden

SiteFOTOmaratonaEntregaChelseaA Amnistia Internacional reportou esta quarta-feira, 18 de janeiro, a diplomatas da embaixada norte-americana em Lisboa, a recolha de mais de 60 mil assinaturas só em Portugal na petição que insta o Presidente norte-americano, Barack Obama, a emitir um perdão presidencial a Edward Snowden, antes de terminar o seu mandato na Casa Branca, a 20 de janeiro.

 
quarta, 18 janeiro 2017 13:48

Comutação de pena de Chelsea Manning nos EUA é um passo positivo de direitos humanos há muito devido

fotoSITE libertacao chelsea231625

 

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com menos de uma semana até ao fim do seu mandato, comutou esta terça-feira, 17 de janeiro, a sentença de Chelsea Manning, ex-analista de dados militar que cumpria uma pena de 35 anos numa prisão de máxima segurança, após ter relevado publicamente informação classificada como secreta que indiciava a ocorrência de potenciais crimes consagrados nas leis internacionais e violações de direitos humanos cometidas pelas forças armadas norte-americanas. O caso de Chelsea Manning fez parte da Maratona de Cartas da Amnistia Internacional em 2014.

 
quarta, 11 janeiro 2017 10:00

Obama não pode deixar Guantánamo nas mãos da Administração Trump

SiteFOTOusaGuantanamo15anosA Amnistia Internacional reforça, nestes últimos dias de mandato do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o apelo para que cumpra a promessa de fechar a prisão militar norte-americana de Guantánamo, não deixando passar este símbolo de dois pesos e duas medidas em direitos humanos para a nova Administração sob a tutela de Donald Trump. Ao completarem-se 15 anos, esta quarta-feira, 11 de janeiro, da chegada dos primeiros presos a Guantánamo, a organização de direitos humanos reitera que este apelo é urgente.

 
segunda, 09 janeiro 2017 12:36

Amnistia Internacional expressa forte pesar pela morte de Mário Soares

mariosoares site 9jan2017

 

A Amnistia Internacional expressa forte pesar pela morte de Mário Soares, prisioneiro de consciência da organização de direitos humanos e “prisioneiro do ano” em 1968.

 
domingo, 08 janeiro 2017 00:01

Mil dias desde o rapto de Chibok: Governo nigeriano tem de redobrar esforços para garantir a libertação

SiteFOTOnigeria2anosChibok

 

Mil dias passados desde o terrível rapto de 276 alunas da escola de Chibok, o Governo da Nigéria tem imperativamente de redobrar os esforços para garantir a libertação destas jovens assim como de todas as pessoas vítimas de raptos maciços no país, sustenta a Amnistia Internacional.

 
quarta, 28 dezembro 2016 17:40

2016 não foi assim tão mau como se diz: 24 razões para celebrar este ano

SiteFOTOangola15JulgamentoPreemptive

 

Para onde quer que se olhe parece que todos sentem que 2016 foi um ano em tudo terrível. Mas, graças aos ativistas, apoiantes e membros da Amnistia Internacional há também muitos acontecimentos positivos para celebrar: aqui damos conta de 24 casos em que a liberdade, a justiça e a dignidade prevaleceram.

 
quarta, 21 dezembro 2016 09:00

Cinco factos sobre o albinismo no Malawi

SiteFOTOmalawiAlbinismo5factosOs assassínios de pessoas com albinismo no Malawi fizeram títulos nos órgãos de comunicação social pelo mundo inteiro no início deste ano. Esta lista expõe cinco factos cruciais que ajudam a compreender a história por trás desses títulos.

 
segunda, 19 dezembro 2016 10:33

Forças de segurança birmanesas atacam rohingya numa campanha de terra-queimada em Rakhine

SiteFOTOBirmaniaRohingyaRelatorioAs forças de segurança da Birmânia (Myanmar) são responsáveis por execuções ilegais, múltiplas violações e pela destruição a fogo de casas, vilas e aldeias inteiras numa campanha de violência contra a população da minoria muçulmana rohingya no país, que podem configurar crimes contra a humanidade, revela a Amnistia Internacional em novo relatório.

 

Pág. 1 de 74